Fundação Espírito-santanse de Tecnologia

TELEFONE:
(27)3345-7555

E-MAIL:
superintendencia@fest.org.br

Parceria Estratégica entre PROLIND/UFES e Fundação Espírito-santense de Tecnologia Fomenta Educação Intercultural Indígena

 

O Curso de Licenciatura Intercultural Indígena Tupinikim e Guarani, oferecido pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)  através do Programa de Licenciaturas Interculturais Indígenas (PROLIND), em parceria com a Fundação Espírito-santense de Tecnologia (FEST) emerge como um marco significativo na preservação, difusão de conhecimentos e formação de lideranças para comunidades Tupinikim e Guarani.

O curso visa a formação integral de professores para atuarem nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio das escolas indígenas, situadas nos municípios de Aracruz (ES). Sua base está enraizada nos projetos sociais dessas comunidades, buscando um ensino interdisciplinar, bilíngue e intercultural, alinhado com as práticas de ensino-aprendizagem e pesquisa.

Este curso, ministrado em parceria com a UFES e o PROLIND, tem como missão primordial a formação completa de professores dessas comunidades para atuar nos níveis finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio das escolas indígenas em Aracruz (ES). A proposta pedagógica está fundamentada no respeito, valorização e preservação da identidade cultural, além de direcionar esforços para a autonomia e sustentabilidade desses povos.

PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

Respeito, valorização e fortalecimento da identidade cultural são os alicerces desse programa. Seus objetivos específicos se concentram em:

 

  • Fomentar o diálogo entre saberes indígenas e não indígenas, valorizando conhecimentos específicos de cada povo.
  • Promover uma formação que privilegie a autonomia intelectual, integrando ensino e pesquisa.
  • Facilitar a troca de saberes entre povos indígenas, fortalecendo suas línguas e práticas culturais.
  • Formar professores como lideranças capazes de defender direitos coletivos e identidades étnicas.

RECONHECIMENTO E PARCERIAS

 

O PROLIND, ligado à SECADI/MEC, desde 2005 tem fomentado licenciaturas interculturais indígenas em diversas universidades, reconhecendo a importância de atender às demandas das comunidades Tupinikim e Guarani por formação de professores qualificados. O projeto político-pedagógico do curso foi desenvolvido de forma colaborativa entre docentes da UFES, professores indígenas e representantes de instituições parceiras, com base em diagnósticos da situação educacional na região.

 

A parceria com a Fundação Espírito-santense de Tecnologia fortalece ainda mais essa iniciativa, proporcionando recursos e apoio para a consolidação de uma educação intercultural indígena de qualidade, respeitosa das tradições e comprometida com a sustentabilidade desses povos.

Segundo a Coordenadora do Projeto, Celeste Ciccarone, este curso atende a uma demanda antiga dos povos Tupinikim e Guarani por formação superior de seus professores, reconhecendo seus direitos diferenciados e valorizando suas práticas e saberes. “O Projeto Político Pedagógico resultou de um esforço conjunto entre docentes da UFES, professores indígenas, instituições parceiras como a FEST, além de consultores externos, embasado em diagnósticos da situação da educação básica na região.” pontuou

 

“Ao capacitar educadores indígenas, o curso não apenas fortalece a identidade cultural, mas também cria líderes aptos a defender seus direitos e contribuir para a construção de uma sociedade mais inclusiva e respeitosa com as diversidades étnicas.” Finalizou

 

O Curso de Licenciatura Intercultural Indígena Tupinikim e Guarani é um exemplo do compromisso da UFES, FEST e do PROLIND em preservar culturas, valorizar saberes e formar cidadãos conscientes e ativos na promoção da diversidade e igualdade.

Pular para o conteúdo